Vida financeira: 7 cuidados que você deve ter agora mesmo

Home / Vida financeira: 7 cuidados que você deve ter agora mesmo

Quer cuidar melhor da sua vida financeira, mas não sabe como?

Então, você precisa aprender as estratégias básicas para fazer um diagnóstico do seu orçamento e gerenciar o dinheiro de forma assertiva.

Não é tão difícil quanto parece em um primeiro momento. 

Mas, como veremos a seguir, será necessário manter a disciplina e encarar o assunto de frente. Preparado para tomar as rédeas da sua vida financeira? Siga a leitura.

Diagnóstico da vida financeira 

O diagnóstico da vida financeira é uma forma de obter controle sobre o orçamento, utilizar o dinheiro com inteligência e gerenciar melhor despesas e receitas.

Ele é fundamental sobretudo para fugir do endividamento. Para você ter uma ideia, atualmente, 65,1% das famílias estão endividadas no Brasil, segundo a pesquisa Endividamento e inadimplência do consumidor, feita pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, em fevereiro de 2020.

Você não quer entrar nesse rol, certo? Então, o primeiro passo é entender como está a sua saúde financeira.

Esse diagnóstico da vida financeira não é complicado na prática: você precisa fazer um levantamento das suas despesas e rendas. Ou seja, colocar todos os números do orçamento em uma planilha para ter uma visão geral sobre eles.

Insira todas as suas despesas na planilha, separando-as por custos fixos e variáveis.

Também separe as despesas em categorias para saber onde você gasta seu dinheiro: alimentação, contas da casa, atividades culturais, lazer e assim por diante.

Se tiver dívidas, especifique-as na tabela, com prazos, para quem você deve e valores.

E, por fim, insira a sua renda mensal. Se tiver remuneração variável, defina uma média do salário.

Depois de fazer essa organização da vida financeira, você precisa olhar para os números de forma crítica.

Você tem dinheiro para pagar todas as contas? Está fazendo um uso adequado da sua renda? Quais são os gargalos do orçamento?

A partir desse diagnóstico, você pode traçar um plano para uma vida financeira mais saudável e sustentável no longo prazo.

Como cuidar da sua vida financeira 

Se você quer fazer uma gestão inteligente do seu dinheiro, não pode deixar de lado as estratégias básicas de controle do orçamento.

Então, vamos ao passo a passo. Confira na sequência as principais medidas para cuidar da sua vida financeira:

1. Controle o orçamento

Adote uma planilha orçamentária ou um aplicativo de gestão financeira.

Independentemente da ferramenta escolhida, registre todas as entradas e saídas para ter uma visão ampla sobre o uso do dinheiro ao longo do mês.

Você vai perceber que, com o tempo, ficará mais fácil identificar os seus padrões de comportamento. E, então, poderá promover as mudanças necessárias.

2. Quite suas dívidas

Lembre-se de que, quanto mais tempo você permanece endividado, maior é a conta devido à incidência de juros.

Então, é necessário elaborar estratégias para colocar as contas em dia.

Uma delas é negociar dívidas com o banco em busca de prazos maiores e taxas menores. 

Outra é trocar uma dívida maior por uma menor: se tiver dívidas impagáveis no rotativo do cartão, por exemplo, considere pegar um empréstimo com juros menores para quitá-las.

3. Reduza gastos

Na jornada de reorganização da vida financeira, o próximo passo é eliminar, ou pelo menos reduzir, gastos desnecessários e que não são prioridade para você.

Aqui é necessário olhar para o seu orçamento para identificar quais reduções são possíveis.

4. Crie metas financeiras

A definição de metas financeiras é outra medida essencial. Em um artigo para a revista The Balance, Miriam Caldwell, escritora especializada em finanças pessoais, recomenda a criação de metas de curto e longo prazos.

As de longo prazo incluem, por exemplo, se aposentar cedo ou comprar uma casa. Já as de curto prazo incluem seguir um orçamento ou diminuir gastos.

“Priorize seus objetivos para ajudá-lo a criar um plano financeiro”, salienta a autora.

5. Monte uma reserva de emergência

A reserva de emergência, ou colchão financeiro, é um montante no qual você só vai mexer em imprevistos, como tratamentos médicos ou uma demissão.

Para ter segurança, economize o valor referente a seis meses do seu custo de vida. E não utilize esse dinheiro se não for uma emergência.

6. Use o cartão de crédito com sabedoria

O cartão de crédito não é um inimigo da vida financeira quando utilizado com sabedoria.

A dica é usá-lo para fazer compras maiores parceladas ou quando você aproveita benefícios do cartão, como programas de pontos ou milhas aéreas, por exemplo.

Se não tiver certeza de que vai dar conta na fatura do mês seguinte, compre no débito.

7. Monte uma carteira de investimentos

Fazer o seu dinheiro render é essencial para uma vida financeira mais confortável.

A ideia é montar uma carteira de investimentos diversificada para reduzir riscos.

Uma boa opção é começar com aplicações em renda fixa, como o Tesouro Direto, que apresentam riscos menores para quem está começando a investir.

Previdência privada pode ajudar sua vida financeira

Um investimento que faz toda diferença na vida financeira é a previdência privada.

Trata-se de uma modalidade de investimento de longo prazo que garante uma aposentadoria mais confortável, em complemento ao INSS.

Na modalidade, você investe periodicamente quanto quiser e puder, e o dinheiro é aplicado em investimentos de longo prazo, que se aproveitam dos juros compostos para crescer e se multiplicar à medida que o tempo passa.

Quanto mais longo o período de aplicação, maior é a rentabilidade e menor é a alíquota do Imposto de Renda.

Acredite: um plano de previdência privada é uma forma construtiva, assertiva e segura de ter uma renda maior no futuro.

Se for combinado com todas as dicas citadas anteriormente, melhor ainda: você vai conquistar a independência financeira de uma forma inteligente e sustentável.

E aí, gostou deste conteúdo? Compartilhe com seus amigos para incentivá-los a cuidar das finanças pessoais.

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *