Saúde financeira pessoal: dicas para cuidar melhor do seu dinheiro

Home / Saúde financeira pessoal: dicas para cuidar melhor do seu dinheiro

Como anda a sua saúde financeira pessoal? O conceito não tem a ver apenas com possuir ou não uma renda que permita levar a vida que você sempre sonhou. Estamos falando também sobre a importância de ficar sempre de olho no orçamento e ser capaz de fazer um diagnóstico. Afinal, equilíbrio é tudo

Chegou a hora de falarmos um pouco mais sobre o assunto, avaliando a sua relevância e como a estratégia pode ser adotada no seu dia a dia para lidar melhor com o dinheiro. Siga acompanhando para conferir todas as dicas!

Saúde financeira pessoal: o que é?

Saúde financeira pessoal é um conceito utilizado para avaliar a realidade das finanças de uma pessoa, analisando a renda na relação com os gastos fixos e aquelas despesas que variam de um mês para o outro.

Ou seja, é sobre todos aqueles comportamentos e hábitos que vão afetar a relação que o indivíduo desenvolve com o dinheiro. Quando essa relação se torna pouco saudável, os impactos negativos podem ser sentidos em pouco tempo.

Por que cuidar da saúde financeira pessoal?

Como falamos logo no início do texto, mesmo quem tem um salário alto precisa ficar de olho na saúde financeira pessoal. Ela serve como um termômetro, que vai ajudar a monitorar a realidade vivida em diferentes momentos. 

Afinal, conforme a renda aumenta, a tendência é que o padrão de vida também seja incrementado, o que pode acabar gerando um descompasso entre o dinheiro que entra e sai da conta. Isso vai afetar a sua capacidade de manter a independência financeira e até mesmo de realizar todos aqueles sonhos que sempre planejou.

Benefícios da saúde financeira pessoal

Para ter uma ideia melhor sobre o conceito e sua importância, veja quais são alguns dos principais benefícios de manter a saúde financeira pessoal em dia:

  • Evitar a perda do controle das finanças
  • Impulsionar a realização dos seus sonhos
  • Diminuir a ansiedade e o estresse gerados por problemas financeiros
  • Usar o dinheiro de maneira responsável
  • Ter recursos para investir e alcançar bons rendimentos
  • Eliminar as surpresas desagradáveis quando o assunto é dinheiro

5 dicas de saúde financeira pessoal

Convencido de que está na hora de pensar mais sobre a sua saúde financeira? Então, anote aí as dicas que preparamos para ajudar você nessa missão:

1. Conheça a sua renda

Você sabe quanto realmente ganha? Não aquele número registrado no contrato ou na carteira de trabalho, mas o que ele representa depois de feitos todos os descontos. É um erro comum não considerar o impacto que essa diferença pode ter no orçamento. Além disso, é importante incluir na conta qualquer renda extra que você tenha.

2. Saiba qual é o seu custo de vida

Feito isso, é hora de analisar as saídas. Avalie os últimos meses e faça um balanço do valor médio de gastos, incluindo desde aqueles que são fixos até os que são eventuais e variam de um mês para o outro. Ao fim do balanço, você pode se surpreender com o quanto aquela simples passada na padaria representa em números.

3. Crie um controle mensal

Com todos os valores em mãos, é necessário partir para a definição de um controle mensal de gastos. Ele vai ser o seu guia de como anda a saúde financeira e de quais medidas podem ser tomadas para evitar desperdícios ou fazer o dinheiro render mais. 

Aqui, é preciso criar parâmetros específicos, como um teto de gastos em cada área – alimentação, moradia, transporte, atividades físicas e tantas outras quanto for necessário. Se você separar uma ou duas horas a cada 15 dias, vai conseguir acompanhar os números de perto e entender qual é o balanço da última quinzena. 

4. Defina objetivos

No controle financeiro, também é importante prever a reserva de dinheiro para a realização dos seus objetivos, que devem ser definidos com clareza. 

Nada de metas muito abstratas ou distantes demais da realidade. É preciso definir prazos e traçar estratégias que ajudem você a chegar lá. O monitoramento constante é outro ponto que vai ajudar a te aproximar dos seus sonhos.

5. Faça o seu dinheiro render

Por fim, deixe os juros trabalharem a favor de você. Mensalmente, separe uma parte da sua renda para aplicações financeiras, incluindo o montante que vai servir para a realização dos seus sonhos. 

Para facilitar a escolha do tipo de investimento, entenda quais são os seus planos para o dinheiro e, sobretudo, por quanto tempo deseja que ele fique aplicado. Uma análise consistente do mercado e das taxas de juros também vai permitir que você tome decisões mais acertadas.

Aproveitar um momento específico do mercado para apostar em ações que prometem crescimento ao longo dos próximos meses, por exemplo, é uma oportunidade para atender metas de curto prazo

Já um plano de previdência privada pode ser a alternativa ideal para quem deseja construir um patrimônio sólido em longo prazo e garantir um futuro mais tranquilo. Quer saber quais são as principais vantagens e os cuidados necessários para investir na modalidade? Conte com a Sua Previdência Privada.

Aqui no blog, você encontra sempre os melhores conteúdos e análises!

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *