Reserva de emergência: como planejar com inteligência e segurança

Home / Reserva de emergência: como planejar com inteligência e segurança

Reserva de emergência

Para te mostrar que a reserva de emergência não é um objetivo difícil de conquistar, vamos te dar algumas dicas que vão poupar horas e horas de pesquisa, e fazer com que você aprenda a fazer um planejamento financeiro com segurança!

Para começar, você sabia que, apesar do nome óbvio, a reserva de emergência pode ser um grande potencial para te transformar em um grande investidor, além de te salvar dos imprevistos? Confira!

O que é reserva de emergência?

Boa parte dos brasileiros não está preparado para lidar com imprevistos, e essa teoria foi comprovada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), com apoio da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Em sua pesquisa, concluiu-se que sete em cada dez (68%) entrevistados reconheceram não ter capacidade de lidar com imprevistos, enquanto míseros 9% dizem conseguir arcar com despesas que estavam fora do orçamento.

Então, reserva de emergência é a salvação desses 68% que não sabem lidar com despesas extras. É por isso mesmo que precisam criar um hábito de todo mês guardar uma porcentagem da renda, para sobreviver a essas futuras emergências!

O que eu posso considerar como uma emergência?

Nada é mais preocupante do que precisar comprar ou pagar uma conta super importante e não ter dinheiro reserva, né? Não dá para prever, por exemplo, que vamos adoecer e precisar de um remédio caro; que nosso carro vai quebrar e precisar de conserto; que vamos perder o nosso emprego.

Mas a verdade é que imprevistos acontecem o tempo todo. É nesses momentos que a sua reserva de emergência vai te salvar!

Como começar a montar uma reserva de emergência?

Você sabia que para ter uma boa reserva financeira, é necessário que você tenha poupado o suficiente para bancar seu custo de vida durante 6 meses? Então, para começar, o primeiro passo é calcular seus gastos mensais, ou seja, tudo aquilo que você não pode deixar de pagar.

Por exemplo: se você ganha 3 mil reais, mas tem gastos fixos de 2 mil reais, então você deve fazer 6 x 2 e chegará a sua reserva de emergência ideal, que é 12 mil reais! Isso não significa que você só deve poupar essa quantia. Esse é o mínimo para você se sentir seguro caso aconteça algum imprevisto na sua vida financeira.

Para conseguir levar a sério sua reserva de emergência, será necessário organizar suas contas: coloque na ponta do lápis todos os seus gastos, saiba de todas as suas contas, tenha seu controle financeiro em mãos, defina um valor mensal a ser poupado e, no final, economize para conseguir depositar o valor combinado mensalmente. 

Importante: você precisa entender que, para chegar no resultado desejado, você precisará abrir mão de alguns gastos supérfluos do dia a dia.

Quando devo começar a investir?

Primeiro passo: entender as diferenças entre Reserva financeira de emergência e planejamento financeiro para aposentadoria.

Entendemos que muitas vezes administrar dois tipos de reservas pode ser complicado. Exatamente por isso, por parecer ser mais prático, muitas pessoas usam a sua conta corrente como sua reserva de aposentadoria e também para a reserva de emergência.

O grande problema é que se esquecem que os saques da reserva de emergência podem acabar atrapalhando no rendimento que sua aposentadoria precisa. Por isso, o ideal é não misturar as contas, ok?

Segundo passo: saber onde investir

Sempre pesquise por aplicações que tenham segurança e sejam uma forma de investimento de baixo risco, porém com alta liquidez.

Terceiro passo: saber onde não investir  

Infelizmente não são todos os investimentos de baixo risco que são ideais, por isso na dúvida não arrisque.

Qual deve ser o tamanho de uma reserva de emergência?

Preciso mesmo ter objetivos?

Não necessariamente. Você pode começar a guardar sem ter um objetivo específico, ainda assim é importante estabelecer uma meta para criar disciplina e consistência.

Quando começar?

Caso você já tenha um objetivo traçado, é bom lembrar que quanto antes começar, mais rápido vai atingi-lo. Então não perca tempo!

Quais os planos futuros?

Caso você tenha começado a sua reserva de emergência para se tornar um futuro investidor, você já está com planos futuros. Isso porque a reserva de emergência será apenas o degrau para você entrar no mundo dos investimentos e ir além.

Gostou do artigo? Acesse o nosso site e confira outras dicas sobre finanças

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *