Previdência privada: conheça a renda temporária

Home / Previdência privada: conheça a renda temporária

Você já pensou em sua aposentadoria? Esse parece ser um assunto para depois, mas não se engane, ela deve começar a ser construída agora e, para isso, a previdência privada é uma excelente opção. 

Assim, dentro da Previdência Privada, existem diversos tipos de renda, entre eles, a renda temporária, categoria muito vantajosa com altos rendimentos. 

A renda temporária possui muitas vantagens como o rendimento e a possibilidade de recebê-la por muitos anos. Por outro lado, não é possível ser revertida para beneficiários após o falecimento do contratante. 

Acompanhe o artigo abaixo e descubra tudo que precisa saber sobre a Previdência Privada e seus tipos de renda. 

Contratação do plano de previdência

A previdência privada funciona como um  plano de aposentadoria independente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Ela é uma fonte de renda complementar para o trabalhador e voltada para quem busca rentabilidade no longo prazo, principalmente por ser uma fonte de renda mais segura do que a previdência pública.

Para contratar um plano de previdência, é preciso um bom planejamento para o futuro, pois haverá um período de contribuição, que pode ser de curto, médio ou longo prazo, dependendo dos seus objetivos para o rendimento. Mas é claro, quanto mais tempo você deixar o dinheiro guardado, mais seu investimento vai render em decorrência dos juros compostos.

A contratação pode ser feita em bancos, seguradoras e corretoras de créditos que oferecem o serviço. Dessa forma, os planos de previdência privada são divididos em duas fases temporais. São o período de acumulação e o de usufruto. 

O período de acumulação é quando você faz as contribuições e seu patrimônio é rentabilizado em fundos de investimento. Nesse período, o plano funciona como um investimento financeiro qualquer.

Já o período de usufruto, ou resgate, é quando você irá receber e usar como desejar todos os recursos e benefícios acumumulados em seu plano de aposentadoria. É possível optar pelo resgate do saldo de uma vez ou contratar uma modalidade de renda e receber rendimentos mensais de aposentadoria.

Vantagens e desvantagens da previdência privada

A previdência privada possui algumas vantagens como:

  • Isenção do Imposto de Renda;
  • Possibilidade de redução de tributação no momento do saque;
  • Possibilita uma renda mensal acima do teto da previdência do INSS, que em 2020, o valor máximo está estipulado em R$ 6.101,06;
  • Planos de previdência privada não entram em inventários;
  • Permite que o beneficiário se organize financeiramente;
  • Não é tributada semestralmente pelo Imposto de Renda, somente no momento do saque.

Por outro lado, algumas desvantagens são:

  • Existe a taxa pela administração do dinheiro depositado; 
  • Os bancos cobram a taxa no momento do primeiro depósito e durante os saques; 
  • Rentabilidade apenas em longo prazo;
  • A retirada de dinheiro antes do vencimento pode ser pouco lucrativa. 

Tipos de Renda

Ao aderir a um plano de previdência, todos os participantes têm o direito de optar pela contratação de renda que deve ser definida de forma que atenda melhor suas necessidades. São elas:

  • Resgate Total: você pode resgatar aportes e rendimentos de uma vez e encerrar o plano;
  • Renda mensal por prazo determinado: recebe-se parcelas mensais ao longo de determinado período e, em caso de morte do beneficiário antes do fim do prazo contratado, os beneficiários ou herdeiros legais recebem as parcelas até a reserva acabar;
  • Renda temporária: Por um período predeterminado, você recebe uma pensão mensal. Os valores pagos podem ser muito altos;
  • Renda vitalícia: O pagamento da pensão mensal é feito enquanto o beneficiário viver e cessa imediatamente ao seu falecimento; 
  • Renda vitalícia com prazo mínimo garantido: o titular do plano contrata um plano com prazo mínimo garantido de recebimento da renda;
  • Renda vitalícia reversível ao cônjuge com continuidade aos menores:  a renda é paga ao titular do plano até o momento de sua morte e, então, uma porcentagem é paga para o cônjuge até o falecimento. Em seguida, o benefício é pago aos filhos menores;
  • Renda vitalícia reversível ao beneficiário: O pagamento da pensão mensal é feito até a morte do contratante. Após isso, um percentual pode ser revertido para um beneficiário previamente indicado em contrato até a morte deste. 

O tipo de renda é a forma de recebimento do benefício que deve ser definido no momento do preenchimento da proposta de inscrição no plano de previdência e em contrato. No entanto, ainda pode ser alterado até 30 dias antes da data estabelecida para o recebimento da aposentadoria. 

Para escolher o melhor tipo de renda, deve-se levar em consideração suas necessidades, rendimentos e objetivos. A renda temporária pode ser uma excelente opção para quem possui projetos específicos ou quer receber valores mais altos. 

Vantagens da renda temporária

A renda temporária é paga por um determinado período exclusivamente para o participante. Ela possui diversos benefícios, conforme explicamos abaixo:  

Pode chegar a valores de mensalidade altos

Os valores de mensalidade da renda temporária tendem a ser mais altos em relação ao da renda vitalícia para um mesmo valor de reserva acumulada, por exemplo. Isso porque ele é pago durante um período de meses específicos, indicados na época da contratação. 

Pode ser recebida por vários anos

Além disso, é o regulamento de cada plano que determina um limite máximo para o pagamento e o tempo que será pago. Por isso, é possível determinar que a renda seja recebida por vários anos. O prazo definido deve ser sempre em múltiplos de 12 meses. A quantidade de parcelas deve ser múltiplas de 12 (12, 24, 36) até o prazo máximo de 20 anos. 

Interessante para projetos específicos

A renda temporária é interessante para projetos específicos, já que possui um prazo para começar e acabar. Ela é paga para o beneficiário mensalmente a partir da concessão do benefício por um período pré determinado.

Dessa forma, se você tem um projeto específico futuramente e sabe quanto tempo ele deve durar e por qual valor, a renda temporária pode ser muito interessante para você conseguir alcançá-lo. 

Desvantagens da renda temporária

Por outro lado, pelo fato de a renda temporária ser recebida apenas por um tempo limitado, o pagamento do benefício cessa com o seu falecimento ou com o término do prazo estabelecido na proposta de inscrição, qual evento ocorrer primeiro.

O pagamento é feito exclusivamente para o participante do plano, portanto, é suspendido com falecimento, sem poder ser direcionado para cônjuges, beneficiários ou herdeiros, mesmo que haja saldo remanescente. Nesse caso, a renda não é considerada como financeira, mas atuarial.

Além disso, o regulamento de cada plano determina um limite máximo (até 20 anos) para o pagamento da renda temporária. Após chegar esse prazo, ele acaba. Também não há devolução, indenização ou compensação pelos valores pagos ao plano.

Dicas finais

Não existe idade certa ou mínima para começar a investir na aposentadoria. Qualquer um pode iniciar um plano. Por exemplo, um bebê pode ter uma previdência privada iniciada pelos pais logo nos primeiros meses de vida. Esse é um investimento em longo prazo que, quanto antes for iniciado, melhores serão os rendimentos. 

Nos tipos de renda disponíveis na previdência privada, a renda temporária é uma excelente opção para quem busca rendimentos altos por um determinado período.

Agora que você já sabe tudo sobre a renda temporária, acompanhe nosso blog para ficar por dentro do mercado de previdência privada e saber quando e como contratar a sua. 

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *