Pai Rico, Pai Pobre: o que aprender com o livro?

Home / Pai Rico, Pai Pobre: o que aprender com o livro?

Há uma diferença entre estar pobre e estar quebrado, você sabe qual é? Robert Kiyosaki explica isso e muito mais em seu primeiro best-seller Pai Rico, Pai Pobre, um livro que fala sobre independência financeira com várias inspirações para ajudar você a começar a investir.

Publicado em 1997, Pai Rico, Pai Pobre oferece conselhos e táticas sobre finanças, mas também traz suas visões sobre como e para que usar o dinheiro e o trabalho, entre outras coisas.

Conheça aqui tudo o que você precisa saber sobre o livro e como ele pode ajudar você quando se trata de investimento.

Pai Rico, Pai Pobre: sobre o livro

Embora a primeira data de publicação tenha sido 1997, sob título original de “Rich Dad Poor Dad”, Pai Rico, Pai Pobre foi publicado aqui no Brasil nos anos 2000, pela editora Elsevier, com 192 páginas. 

Em 2017, porém, a editora Alta Books lançou uma edição de comemoração aos 20 anos do livro como nº 1 em finanças pessoais. 

Dessa vez, o livro passou a ter 336 páginas por ser uma edição ampliada com mais 9 seções de estudo inéditas. 

Mas quem é, afinal, Robert Kiyosaki, o autor?

Sobre o autor

Robert, autor de Pai Rico, Pai Pobre, é empresário, investidor, escritor de finanças e educador financeiro. 

Já escreveu 28 livros e apareceu nos principais meios de comunicação: FOX News, CNN, BBC, Oprah, entre outros, por ter se tornado destaque no mercado financeiro.

Ele e sua esposa, Kim Kiyosaki, fundaram a “The Rich Dad Company”, uma empresa cujo propósito é justamente ensinar sobre educação financeira. 

Além disso, o casal também é o criador dos jogos CashFlow de tabuleiro – que, posteriormente, foram digitalizados.

Resumo do livro

O primeiro questionamento que o livro traz é: a escola prepara as crianças para o mundo real? E, dessa forma, introduz as inquietações do autor sobre como uma boa formação e notas altas não são garantias para o sucesso.

O livro, então, procura questionar a formação escolar e a argumentar que não se trata de ser empregado ou empregador, mas sim de ter controle do próprio destino ou delegá-lo a alguém.

A partir daí, o autor procura atingir os pais para que possam aprender a fazer o que as escolas não têm feito: instruir e despertar sua inteligência financeira e a de seus filhos. A questão imposta aqui é: você quer segurança ou independência financeira?

O que aprender com o livro?

Bem, deu para perceber que Pai Rico, Pai Pobre ganhou proporções difíceis de calcular, certo? Hoje, ainda é um dos livros mais vendidos sobre o ramo financeiro e de investimento. Mas, afinal, o que é possível aprender com esse livro?

Muitas coisas! Entretanto, para facilitar sua vida, enumeramos 4 coisas muito importantes para que você possa começar a estruturar agora mesmo sua vida financeira e a de sua família, afinal, para construir um patrimônio sólido é necessário disciplina. 

Independência financeira

Uma das lições que o livro Pai Rico, Pai Pobre passa é: trabalhe duro, não para ter aquilo que você quiser comprar, mas para ser independente, porque ter independência financeira é uma das lições sobre o que pode tirar pessoas da “Corrida dos Ratos”.

A Corrida dos Ratos, tão falada pelo autor, é o sinal autodestrutivo de ganhar seu salário e começar a adquirir bens supérfluos e produtos que não agregam valor, fazendo com que tudo que é recebido seja gasto, de forma que alcançar a independência financeira se torna algo impossível.

Aliás, em entrevista para o InfoMoney, o autor do livro afirmou que a maioria dos americanos é pobre porque tem lindas casas e belos carros, mas não possuem dinheiro. Ou seja, trabalham para ter e não para ser independentes e alcançar algo além de sua possibilidade de compra.

Seu próprio negócio

Uma das mais inspiradoras frases de Kiyosaki é sobre como as pessoas lidam com o dinheiro. 

Nesse sentido, ele afirma que o principal motivo pelo qual as pessoas têm problemas financeiros é que aprenderam a trabalhar por dinheiro e não o contrário: fazê-lo trabalhar por elas.

O que isso quer dizer afinal? Isso mesmo: trabalhe para você, empreenda e invista no seu próprio negócio. Não basta apenas abrir mão de comprar tudo o que tem direito com seu salário, afinal, guardá-lo também não é o recomendado, mas investi-lo sim.

Nesse sentido, ele afirma ainda que devemos questionar o que se perde em um emprego ao invés de ganhar, afinal estar em um emprego só porque ele é seguro não vai levar você além daquilo que já foi. 

Como dito, trabalhar e guardar dinheiro não leva ninguém à riqueza.

Investimento

E por falar em investir

Outra lição do livro é, sobre investir o seu dinheiro, mas saber investir no momento certo e aprender a usá-lo da melhor forma possível. 

Para isso, Kiyosaki afirma que é preciso estudar sobre dinheiro, sempre. Dessa forma, será possível saber como usá-lo e onde investi-lo.

Ele cita, ainda, Ray Kroc, fundador do McDonald’s com seu negócio de hambúrgueres. 

É que, na verdade, Ray trabalhava em sua franquia de hambúrguer enquanto investia em imóveis. Ou seja, seu tempo de serviço era usado para investir ainda mais – aquilo de fazer o dinheiro trabalhar para você.

Nesse sentido, você já pensou em investir na Previdência Privada

Kiyosaki afirma que a aposentadoria não é sobre deixar de trabalhar, mas quer dizer que você pode trabalhar ou não que sua riqueza continuará rendendo. É investir seu dinheiro hoje como forma de investir no futuro. 

Educação financeira

É claro que não poderia faltar a educação financeira, ou seja, o estudo sobre dinheiro de que tanto o autor fala desde o começo do livro Pai Rico, Pai Pobre. 

A questão aqui é que não basta parar de gastar à toa e investir de qualquer jeito, abrir um negócio qualquer ou acumular seu patrimônio se você não estuda sobre aquilo que lhe faz querer alcançar a independência financeira: o dinheiro.

Segundo o autor, portanto, a maior lição de seu livro é que o rico sabe sobre dinheiro aquilo que o pobre e a classe média não sabem. Por isso, ele afirma sempre: estude sobre dinheiro, para que tenha uma vida financeira melhor.

Pai Rico, Pai pobre é bom? 

Embora isso seja relativo, trouxemos informações importantes que podem ajudá-lo a compreender se o livro é mesmo bom. Continue lendo!

Avaliações do livro

Na Amazon, por exemplo, o livro tem mais de 1.300 avaliações em sua edição mais atual, em português, totalizando 89% de estrelas (pontuação) máximas, que vai de 1 a 5.

Na edição dos anos 2000, ainda em português, de 353 avaliações, 88% são de pontuação máxima. 

Além disso, a edição estrangeira de 2017, pela editora Plata, possui mais de 14 mil avaliações, das quais 79% são 5 estrelas e 13% 4 estrelas. 

Em meio aos comentários sobre o livro, é possível perceber que há muitos elogios sobre a obra, então podemos dizer que o livro é muito bom e indicado para quem está desejando investir seu dinheiro e construir seu patrimônio, mas não sabe por onde começar. 

Onde comprar?

É possível encontrar o livro Pai Rico, Pai Pobre nas principais livrarias do Brasil, tanto nas físicas quanto online. 

O livro está disponível em e-book ou em formato físico (recomendamos a versão mais atual) na Amazon e Saraiva, por exemplo. Além disso, é possível encontrá-lo também nas principais lojas online como Americanas, Submarino e Magazine Luiza.

Agora que você já descobriu o que é possível aprender com Pai Rico, Pai Pobre, que tal começar hoje mesmo a colocar em prática os ensinamentos do livro e investir o seu dinheiro? 

A Sua Previdência está aqui para ajudar você a tomar as melhores escolhas sobre isso. Conheça mais sobre Previdência Privada clicando aqui!

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *