Minimalismo financeiro: seis passos de uma vida simples

Home / Minimalismo financeiro: seis passos de uma vida simples

O que você sabe sobre minimalismo financeiro? O conceito chama a atenção por seu nome pomposo, que faz parecer algo até certo ponto complexo. Mas não se engane: na verdade, sua essência está justamente no oposto: na simplicidade.

No entanto, ter uma vida simples, sem dívidas e dentro do padrão que se pode ter, às vezes é mais complicado do que parece. 

E é para facilitar a sua missão que desenvolvemos este guia com os principais passos e dicas dessa jornada rumo à sua transformação. Quer saber mais sobre o minimalismo financeiro? Então, continue a leitura! 

O que é minimalismo financeiro?

Ao contrário do que muita gente pode pensar e que o nome talvez sugira, minimalismo financeiro não tem nada a ver com viver com o mínimo, com pouco. Mas, sim, com o que se pode ter, com o suficiente.

Ou seja, de certa forma, esse estilo de vida – podemos chamar assim – nos ensina a dar valor àquilo que realmente importa e é capaz de nos fazer feliz. Além, é claro, do desenvolvimento de uma relação mais saudável com o dinheiro.

Benefícios do minimalismo nas finanças

Justamente por promover uma relação mais saudável com o dinheiro, estamos falando do desenvolvimento de hábitos bastante positivos a partir do minimalismo financeiro. Veja alguns deles:

  • Uma vida sem dívidas
  • Compras preferencialmente feitas à vista e com desconto
  • Corte de gastos desnecessários
  • Contas pagas antes do prazo de vencimento
  • Respeito ao padrão de vida real
  • Tomada de decisões mais acertadas
  • Prioridades orçamentárias
  • Diminuição do estresse financeiro.

Cuidados com o minimalismo financeiro

Diante de tantos benefícios e razões para apostar nesse conceito, algumas pessoas podem pensar que o minimalismo financeiro é um estilo de vida que não exige cuidados. Mas não é bem assim.

É preciso ter atenção para não confundir o conceito com fazer sacrifícios, passar necessidade, desistir de objetivos e abrir mão de sonhos. Não, não é nada disso que se trata ser minimalista nas finanças.

Na verdade, estamos falando apenas da mudança de um mindset. Que a felicidade não está, necessariamente, nas relações de consumo, mas nas experiências que a simplicidade pode trazer.

Como adotar o minimalismo financeiro

Agora que você já conhece os benefícios e os cuidados de adotar o minimalismo financeiro, saiba como ter uma vida mais simples em apenas seis passos. Vamos ver quais são eles?

1. Simplifique

Nada de administrar diversos cartões de crédito e ter contas em diferentes bancos. Ao concentrar seus recursos e suas compras em um único local, você estará mais próximo do minimalismo financeiro.

2. Tenha controle total das suas finanças

Seguindo nessa linha, outro passo importante para atingir o minimalismo financeiro é saber exatamente o que faz parte do seu orçamento mensal. Todas as suas fontes de renda, os gastos fixos e eventuais, os investimentos e assim por diante.

Dessa forma, você vai conseguir controlar melhor suas finanças e definir quais são, de fato, suas prioridades para levar esse estilo vida que escolheu.

3. Corte o que é supérfluo

Sabe aquelas compras que, às vezes, fazemos por impulso? Estava em promoção e você resolveu comprar? Pois é, esse tipo de atitude não combina com quem deseja ter uma vida financeira mais minimalista. Monitore suas ações e pratique o autocontrole.

4. Invista em autoconhecimento e inteligência emocional

Para controlar os estímulos de consumo, você precisa desenvolver competências comportamentais muito importantes. São elas: o autoconhecimento e a inteligência emocional.

Com a primeira, você vai descobrir o que se passa no seu íntimo. Quais são seus medos, suas ambições, pontos fortes e fracos. Assim, conseguirá definir metas e prioridades, facilitando uma vida mais minimalista e conforme suas necessidades.

Já a inteligência emocional vai ajudar você a controlar seus instintos e alguns sentimentos que podem prejudicar suas tomadas de decisão, se deixando levar por questões materiais para as quais, no fundo, nem dá tanta importância.

5. Tenha sonhos e metas

Uma vida minimalista não restringe sonhos. Muito pelo contrário, ela ajuda que tudo ao redor se organize para que nossos desejos possam ser realizados com mais facilidade.

E, ao contrário do que diz o dito popular, dinheiro pode trazer felicidade sim, uma vez que ele proporcione que nossos objetivos e metas sejam concretizados.

Digamos que o seu sonho seja ter uma casa própria, por exemplo. Nesse caso, a simplicidade não está na conquista material em si, mas, sim, nas experiências que ela pode trazer.

Mude o seu mindset

Você já ouviu falar que menos é mais? Leve esse conceito para todos os contextos da sua vida, inclusive a financeira. Ao mudar seu mindset, você estará muito mais próximo do minimalismo do que pensa e, o melhor, vai descobrir o quanto ele vale a pena.

Construindo o futuro a partir do minimalismo

Um dos grandes benefícios do minimalismo financeiro é elencar prioridades, saber o que fazer com o seu dinheiro para garantir uma vida mais simples e segura. Isso se manifesta, por exemplo, na construção de um futuro mais tranquilo, com o planejamento da aposentadoria desde cedo.

Não entendeu? A gente explica para você. 

Se você começar a investir agora mesmo em um plano de previdência privada, uma aplicação rentável e descomplicada, estará garantindo um amanhã mais confortável para quando decidir parar de trabalhar.

Caso ainda esteja com dúvidas, conte com a Sua Previdência Privada. Em nosso site, você tem todo o suporte que necessita e esclarece tudo sobre essa modalidade de investimento.

Confira nossos conteúdos exclusivos, não deixe para depois o planejamento da sua aposentadoria e assegure um futuro melhor para você e sua família.

About Author

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.