Mindset financeiro: como mudar sua relação com dinheiro

Home / Mindset financeiro: como mudar sua relação com dinheiro

“Qual é seu mindset?” “Você precisa mudar seu mindset”. É bem possível que você já tenha ouvido uma dessas frases, especialmente no mundo corporativo. Mindset é uma palavra que está bastante em voga e vale a pena investir uns minutos do seu tempo para entendê-la e saber como as teorias relacionadas a ela podem melhorar sua vida financeira – o seu mindset financeiro.

Vamos começar com a tradução: mindset é uma palavra da língua inglesa que significa mentalidade. Ela se refere à forma como uma pessoa encara diferentes situações, como sua mente age (ou reage) diante do que acontece em sua vida. Sendo assim, mindset financeiro nada mais é do que a maneira como você pensa e age em relação ao dinheiro. 

Mas antes de falar mais sobre mentalidade e dinheiro, é importante trazer alguns conceitos relacionados à palavra mindset. A psicóloga e pesquisadora norte-americana Carol Dweck estudou por muitos anos tentando entender as relações das pessoas com o sucesso e o fracasso e chegou à conclusão que existem dois tipos de mindset: o fixo e o do crescimento. 

Mindset fixo X Mindset do crescimento

O mindset de qualquer pessoa (inclusive o mindset financeiro) está diretamente relacionado à forma como ela foi criada e à sua experiência de vida. Mas isso não significa que ele não possa ser mudado.

O mindset fixo é atribuído às pessoas que acreditam que nasceram com determinado nível de inteligência e com certas capacidades e habilidades, e que isso não pode ser alterado ou melhorado ao longo da vida. Essas são pessoas com dificuldades de aceitar desafios ou de se arriscarem em situações novas porque têm muito medo de falhar e do julgamento dos outros. 

Por outro lado, o mindset de crescimento está associado à crença de que é possível se desenvolver ao longo da vida, adquirindo e aperfeiçoando habilidades. As pessoas com mindset do crescimento acreditam que o sucesso está relacionado com o esforço que empregam em suas atividades. E se elas ainda não obtiveram sucesso é perfeitamente possível trabalhar mais para alcançar o objetivo estabelecido.

Na educação, o favorecimento de um ou de outro mindset se relaciona com a forma como os adultos, principalmente os pais, reagem aos sucessos e aos fracassos dos pequenos. Valorizar o esforço e o processo em qualquer atividade é uma forma de alimentar o mindset do crescimento. Elogiar demasiadamente a inteligência da criança está mais relacionado ao mindset fixo. 

Mesmo que inconscientemente, uma pessoa elogiada como inteligente pode ter medo de perder esse “status” e, por essa razão, não se interessar por fazer coisas que ainda não sabe, mas que certamente farão com que ela saia da zona de conforto e aprenda. Isso porque é possível que ela falhe nas primeiras tentativas, parecendo que “não é tão inteligente assim”, e essa é uma situação muito desconfortável para quem tem mindset fixo. 

Já as pessoas de mindset do crescimento se arriscam mais em situações novas pensando sempre na oportunidade de aprendizado em cada uma delas. Ao falharem, elas pensam em qual novo esforço precisam fazer para não errar novamente. 

O mindset fixo faz com que qualquer pessoa perca inúmeras oportunidades de crescimento, inclusive financeiro. Pense numa promoção no trabalho, por exemplo: para ganhar mais é preciso encarar inúmeros desafios e situações novas e aceitar que haverá erros no caminho. Porém a grande questão é como lidar com essas falhas para que elas se transformem em aprendizado. 

Carol Dweck publicou um livro explicando sua teoria: “Mindset: a nova psicologia do sucesso”. Ela possui também uma palestra no TED falando sobre o assunto

Mindset da escassez X mindset da abundância

Outros dois conceitos sobre mindset muito importantes para entender mais à frente qual o seu mindset financeiro são o da escassez e o da abundância. De acordo com essa teoria, assim como na tese de Dweck, sua mente pode interpretar o que acontece com você e agir em relação a isso de duas formas distintas e excludentes. 

Ou seja, se você age com o mindset da escassez, necessariamente você exclui a abundância. Mas, novamente, essa é uma condição que pode ser mudada com consciência, autoconhecimento e esforço. 

Operando com o mindset da escassez, uma pessoa tende sempre a ver as dificuldades e o lado negativo das situações. Essas pessoas são exageradamente preocupadas e também costumam ter muito medo de falhar em suas atividades. Elas, em geral, veem tudo como competição e consideram que, para alguém ganhar, necessariamente outro terá que perder. 

As pessoas com mindset da abundância são positivas e buscam por oportunidades em qualquer situação, mesmo naquelas que parecem muito difíceis de lidar. Com esse mindset, as pessoas focam na cooperação e na mentalidade do ganha-ganha. 

O que é mindset financeiro

Como falamos no início do texto, o mindset financeiro é a forma como você pensa e age na sua relação com o dinheiro. Você pode ter um mindset fixo para finanças, pensando por exemplo que não tem habilidades para administrar seus recursos e isso impede que você prospere. Ou você pode ter um mindset do crescimento quando o assunto é dinheiro e encarar sua vida financeira como um aprendizado constante. 

Da mesma forma, você pode ter um mindset financeiro de escassez, pensando sempre que tem pouco e que a vida ou as outras pessoas são “injustas” com você e não reconhecem seu valor. Ou você pode ter um mindset da abundância, sendo grato pelo que já conquistou e procurando formas de alcançar seus próximos objetivos.  

É possível ter mais de um mindset para diferentes assuntos. Uma pessoa pode ter um mindset de crescimento para gastronomia, por exemplo, e sempre inovar na cozinha, porém com um mindset financeiro fixo, que dificulta com que ela transforme essa habilidade culinária em empreendedorismo. 

A nossa formação, especialmente na infância, é bastante determinante na  maneira em como vamos encarar a vida e em nossa mentalidade. Na vida financeira, um livro muito interessante sobre esse assunto é “Pai rico, pai pobre”.

Quando é preciso mudar o mindset financeiro

Se você está insatisfeito com sua vida financeira, pensa que ganha pouco dinheiro, que não é valorizado no trabalho e costuma colocar a culpa das suas condições de vida no seu chefe, no governo ou na crise, é hora de rever seus conceitos. 

Se você pensa que lidar com dinheiro é muito complicado, que não nasceu sabendo e não consegue desenvolver essa habilidade, certamente é preciso mudar o seu mindset. O grande pulo do gato, quando se fala em mindset, é que ele determina como você age e suas ações terão reflexos e consequências.

Pessoas com mindset financeiro fixo e de escassez têm muita dificuldade em se responsabilizar pelo que acontece em sua vida e isso faz com que não consigam prosperar. Por outro lado, pessoas com mindset financeiro do crescimento e da abundância tendem a agir em busca de soluções, não focando no problema, por isso elas terão mais chances de sucesso. 

Um pensamento bem comum de quem tem mindset financeiro da escassez, que é um forte indicativo para mudança, é: “quando eu ganhar mais vou poupar”. Poupar e se preparar para imprevistos e situações de crise é uma ação de abundância e ela deve ser feita sempre. 

Quem pensa que irá guardar quando ganhar mais costuma gastar seu dinheiro de maneira descontrolada. Quando ganhar mais vai com certeza gastar mais, porém dificilmente começará a poupar e irá encontrar outras desculpas que justifiquem os altos gastos. Para o mindset da abundância, o melhor momento para começar a poupar e investir seu dinheiro é agora! 

Outro pensamento comum do mindset financeiro de quem não tem boas relações com o dinheiro é: preciso viver a vida enquanto estou jovem. É certo que pensar somente no futuro e não viver o presente não é saudável, porém gastar todo o seu dinheiro sem pensar no dia de amanhã também é uma forma de escassez. 

Preparar-se para a aposentadoria é um bom exemplo. Quando somos jovens esse período da vida parece muito distante, mas ele chega para todos. Depender exclusivamente da previdência social do INSS significará provavelmente baixar significativamente seu padrão de vida. Entretanto, se você se planejar para esse momento com investimentos que complementem sua renda poderá viver com muito mais qualidade. 

Quem tem mindset fixo e de escassez vai se aposentar provavelmente reclamando do governo. Quem tem mindset do crescimento e da abundância irá pensar no que está ao seu alcance fazer para ter as condições de vida que deseja. 

Como mudar seu mindset financeiro

Evoluir de um mindset fixo para um mindset de crescimento não é muito simples, mas é perfeitamente possível. Essa mudança exige esforço, paciência e persistência. Para ficar mais claro, façamos uma analogia da mente com o corpo. 

Quem quer perder peso e ter músculos definidos precisa fazer atividades físicas e investir em boa alimentação. Essas duas ações devem ser rotineiras, e não basta ir à academia somente uma vez ao ano achando que seu objetivo será alcançado. 

Para uma mudança de mentalidade e para ter um mindset financeiro que favoreça seu crescimento e desenvolvimento de sucesso é a mesma coisa. Suas ações precisam ser frequentes e consistentes. Listamos, a seguir, quatro dicas para facilitar sua vida e sua mudança de mindset: 

1. Pare de se preocupar tanto com o que os outros vão pensar sobre você. Isso geralmente inibe muitas de suas ações. Se você tem o sonho de começar a fazer algo, comece e tenha consciência de que, no início, você provavelmente vai errar bastante, mas esses erros lhe trarão aprendizados. 

2. Prepare-se para as situações. Preocupar-se com a opinião alheia não ajuda em nada, mas também não é prudente sair fazendo tudo sem medir consequências. Usando mais uma analogia: se você quer sentir a queda livre, salte de um avião, mas não saia dele sem paraquedas! Na vida financeira, se você deseja empreender e quer sair do seu emprego, por exemplo, prepare-se com uma reserva de emergência e tenha dinheiro guardado para bancar suas despesas por seis meses ou até um ano, o tempo necessário para que seu negócio comece a engrenar. 

3. Foque sempre na solução, não no problema. Se algo deu errado, você não pode fazer nada sobre o que passou, mas sim sobre o que virá. Se você perdeu dinheiro, seu negócio não deu certo, sua empresa está numa situação financeira ruim, reclamar não vai solucionar nada. O que você precisa fazer para sair dessa situação? Pense sempre em como ganhar.

4. Busque aprendizado constante. Não sabe administrar seu dinheiro? Quer investir na bolsa, mas não tem ideia por onde começar? Quer se preparar para a aposentadoria? Procure dicas na internet em sites e blogs confiáveis, faça cursos (há vários gratuitos disponíveis online), converse com quem sabe fazer o que você quer aprender. Seja proativo. Se não sabe fazer algo, jamais pense que isso é definitivo e, sim,   sempre em como aprender.  

Você conhece a teoria dos 4Ps da riqueza? Ela também pode ajudá-lo a desenvolver um mindset financeiro do crescimento e abundância.

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *