Metas de casal: a importância de planejar um futuro a dois

Home / Metas de casal: a importância de planejar um futuro a dois

Metas de casal

Viver a dois é um constante aprendizado, e, nesse sentido, estipular metas de casal é uma das melhores formas de manter a chama de uma relação sempre acesa.

Como bem observou Gustavo Cerbasi em seu best-seller, Casais Inteligentes Enriquecem Juntos, quando um casal se une em prol de objetivos comuns, nada pode detê-lo. No entanto, a vida conjugal é cheia de desafios e é normal que divergências aconteçam.

Como fazer, então, para que pontos de vista diferentes não tomem proporções maiores e impeçam um casal de prosperar? Essa é a pergunta que buscamos responder neste conteúdo. Acompanhe até o final, você e seu parceiro só têm a ganhar.

Metas de casal: o que são?

Já que destacamos a grande obra do escritor Gustavo Cerbasi, vale ressaltar a ideia central desse verdadeiro guia sobre finanças.

De acordo com o autor, a maior parte dos problemas financeiros têm origem em uma questão muito simples: a falta de diálogo. Ou seja, é a ausência de comunicação que leva uma relação a ruir, e isso tem tudo a ver com a escassez de dinheiro e até com a sua sobra.

Tomando essa ideia como ponto de partida, ter metas de casal pode ser uma boa forma de solucionar dois problemas ao mesmo tempo: a falta de dinheiro e de diálogo.

Por que é preciso definir metas em casal?

Embora batido, o ditado “a união faz a força” tem o seu valor. Uma pessoa que reclama seus direitos, por exemplo, jamais terá representatividade enquanto outras não se juntarem à sua causa.

Essa lógica se aplica à vida conjugal. Ou seja, se cada um remar para um lado, no final, ninguém sai do lugar. Dessa forma, para realizar sonhos e alcançar a felicidade, definir metas e objetivos em comum é fundamental.

4 passos para estabelecer metas de casal

Confira nos próximos tópicos como você e seu companheiro ou companheira podem começar desde já a traçar metas em conjunto e, assim, fortalecer ainda mais a relação.

1. Intensifique o diálogo

Cerbasi não dá tanta importância à conversa em seu livro por acaso. Melhor do que qualquer um, ele sabe muito bem que, onde não há comunicação, não há progresso.

Assim sendo, o primeiro passo que o casal deve dar no sentido de evoluir na relação é procurar o diálogo com a maior frequência possível.

Dica: por mais que pareça faltar assunto, na comunicação não há nada que a simples pergunta “como foi seu dia?” não ajude a resolver.

2. Esteja disposto a fazer concessões

É muito normal (e até desejável) que casais tenham perspectivas e modos de ser e pensar diferentes. Por outro lado, essas divergências não precisam levar cada um a se entrincheirar em suas convicções e, assim, abrir mão de um entendimento.

Em outras palavras: é possível prosperar juntos, mesmo que o seu parceiro ou parceira não pense da mesma forma que você. Tudo vai depender da sua boa vontade em fazer concessões e, sempre que possível, abrir mão das suas próprias certezas em nome de um bem maior.

3. Procure entender o ponto de vista do outro

Empatia é o atributo que um ser humano apresenta quando se mostra capaz de se colocar no lugar do outro, tomando para si suas dores e expectativas.

Na vida a dois, esse talvez seja o ponto mais importante a se desenvolver e, por isso, é indispensável quando se busca estabelecer metas de casal.

4. Encontre objetivos comuns

Uma vez que os canais de diálogo estejam sempre abertos, o casal terá, então, as condições básicas para enfim chegar a um denominador comum sobre os objetivos que serão alcançados juntos.

E se você e a pessoa ao seu lado não sabem bem por onde começar, veja a seguir algumas sugestões.

Exemplos de metas de casal

O que não faltam são exemplos de metas de casal que podem ter início hoje mesmo. Com muita conversa e planejamento, veja o que vocês poderão conquistar ao juntar forças.

Viajar juntos

Não há quase nenhum problema que uma viagem para aquele lugar encantador não ajude a solucionar. Além de ser uma terapia, essa é uma maneira de estreitar ainda mais os laços que unem o casal, que passará a ter uma experiência inesquecível para contar aos filhos e netos no futuro.

Comprar um bem

Uma casa, um carro ou uma nova mobília são exemplos de bens que podem exigir alguma capacidade de poupar e de fazer um planejamento. Embora você possa escolher à vontade, quanto mais necessário for esse bem para o casal, maior será a sensação de realização e, assim, a relação ganhará novo fôlego.

Fazer um curso

Além de investir na relação, o casal pode também fazer o mesmo em seu desenvolvimento pessoal e profissional, matriculando-se em um curso ou em uma graduação. E se ambos trabalharem na mesma área, melhor ainda.

Investir em previdência privada

Mas se a intenção é realmente levar a sério a frase “até que a morte os separe” nada mais indicado do que investir em um plano de previdência privada. Essa é uma opção não só lucrativa, como representa uma chance de unir os cônjuges em uma meta de casal comum para o resto da vida.

E para saber mais sobre a aposentadoria complementar, lembre-se: a sua melhor fonte de informação é o blog Sua Previdência Privada, feito para pessoas como você, que pensam à frente.

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *