É possível se planejar para ter um envelhecimento saudável?

Home / É possível se planejar para ter um envelhecimento saudável?

O envelhecimento passou a ser objeto de estudo em diversas áreas. Os idosos se tornaram um nicho de mercado relevante, e a preocupação com o envelhecimento saudável passou a fazer parte da vida de grande parte da população.

Diversos fatores contribuíram para essa longevidade, como o aumento da qualidade de vida, a queda da fecundidade e também a da mortalidade. Assim, a expectativa de vida, que em 1940 era de 45 anos, saltou para 75 em 2015.

O  envelhecimento saudável vai além de envelhecer sem doenças, envolvendo uma série de fatores que vão desde desenvolver hábitos para ter mais qualidade de vida até se planejar financeiramente para não passar por nenhum desamparo durante a velhice. Confira mais informações sobre o assunto!

O que é envelhecimento saudável?

As células do nosso corpo estão constantemente sendo reparadas, já que são danificadas naturalmente pelo fato de estarmos vivos. Porém, em certa etapa do desenvolvimento humano, nosso corpo não consegue mais manter esse ritmo de reparação e acabamos envelhecendo.

O envelhecimento celular pode ser entendido como o processo de as células morrerem e não serem substituídas por novas no nosso organismo.

Só que envelhecer não significa necessariamente adoecer, ficar debilitado ou apresentar impeditivos para uma vida plena, pois é possível um envelhecimento saudável.

No Brasil o envelhecimento saudável é motivo de atenção e preocupação de ordem pública. Inclusive, o Ministério da Saúde lançou em 2006, dentro dos Cadernos de Atenção Básica, o de Envelhecimento e Saúde da Pessoa Idosa.

Esse apanhado aborda de forma completa um vasto compilado de informações sobre o processo de envelhecer, considerando hábitos e atividades para um envelhecimento saudável.

Quais fatores podem contribuir para um envelhecimento saudável?

Ao longo dos anos, a expectativa de vida da população brasileira tem aumentado progressivamente, segundo estudos do IBGE.

Inúmeros cientistas estudaram o comportamento das pessoas e o processo de envelhecimento até chegarem aos fatores principais que contribuem para o envelhecimento saudável.

  • Alimentação Saudável: as pessoas mais velhas perdem nutrientes com mais facilidade, por isso é muito importante um cuidado maior com a alimentação, para melhorar o bem-estar e prevenir o déficit de vitaminas
  • Atividade Física: melhora o funcionamento cardiovascular, contribui para o funcionamento corporal, melhora a postura e o equilíbrio, ajuda a manter o controle de peso e reduz gordura. Também melhora o funcionamento do intestino e a resposta imunológica
  • Controle de Peso: o excesso de peso pode reduzir a mobilidade, prejudicando um envelhecimento saudável, além de agravar quadros de doenças crônicas
  • Convívio Social: promove a saúde mental e possibilita ao idoso novas perspectivas para um envelhecimento saudável

É importante reforçar que o envelhecimento saudável envolve aspectos físicos, mentais e sociais, e vai ser impactado pelo estilo de vida que a pessoa tem. Quanto piores os hábitos, mais difícil é envelhecer com saúde. 

Como se planejar para uma velhice tranquila?

O envelhecimento saudável se concretiza em um ambiente que promova tranquilidade, atenção familiar, acesso ao lazer e a medicamentos, cuidados médicos e recursos necessários para garantir qualidade de vida.

Portanto, um fator extremamente relevante que precisa ser considerado para alcançar um envelhecimento saudável é o planejamento financeiro. Não é possível ter acesso a recursos sem condições de bancá-los em termos financeiros.

Uma pesquisa conduzida em 12 países pela London School of Economics apontou que os brasileiros são os que têm a maior expectativa de serem sustentados pela família na terceira idade, revelando que, infelizmente, não estão preparados financeiramente para envelhecer.

Essa informação é preocupante, principalmente se o mais esperado é que, após certa idade, o trabalho possa dar lugar à aposentadoria seguida de uma vida tranquila. Para a terceira idade brasileira, por exemplo, viajar é uma aspiração para essa fase da vida. Portanto, também é preciso investir para obter melhores condições de um envelhecimento saudável.

Segurança financeira e envelhecimento saudável estão intimamente relacionados ao longo da vida. Ainda assim, apenas 58% da população idosa no Brasil tem algum tipo de aplicação, e, quando chega a velhice, os gastos principalmente relacionados à saúde começam a incomodar mais.

Quando começar a investir em uma previdência privada?

Quanto antes começar a investir, melhor. Os especialistas apontam que oito anos de investimento em previdência privada pode ser o mínimo suficiente. Se você conseguir chegar até dez anos, melhor.

Com mais tempo você pode investir mais dinheiro e usufruir bem, uma vez que, vivendo por mais tempo, serão necessários recursos financeiros para manter o mesmo padrão econômico de quando estava em idade produtiva.

Então desenvolva uma estratégia e defina suas metas o quanto antes, comece a investir em previdência privada e garanta sua saúde financeira na terceira idade, dando o melhor rumo possível para seu dinheiro.

Ao planejar seu envelhecimento saudável, é válido definir as estratégias para melhorar sua saúde e desenvolver hábitos saudáveis. Só assim você vai poder usufruir tranquilamente da sua previdência na melhor idade.

Para isso, você pode contar com a Sua Previdência Privada. Veja outros conteúdos e descubra como escolher a melhor previdência para você!

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *