Comportamento de manada: como prejudica suas decisões?

Home / Comportamento de manada: como prejudica suas decisões?

Se você acompanha o noticiário político e econômico com alguma regularidade, pode já ter ouvido a expressão comportamento de manada. Como o título já indica, trata-se de um efeito perigoso, que gera grande imprevisibilidade. Na real todos saem prejudicados: tanto os que aderem a ele quanto os que ficam de fora, já que podem ser indiretamente afetados mesmo assim!

Então se você não quer ser apenas mais um na multidão, avance na leitura dos tópicos a seguir para saber como essa postura prejudica suas decisões, inclusive na esfera financeira.

Comportamento de manada: o que é?

O comportamento de manada se refere a uma ação coletiva, ainda que pouco racional. É como uma atitude que as pessoas adotam ao se espelharem nas outras, sem questionar a razão daquilo.

Embora bastante difundido e até citado em trabalhos acadêmicos, o termo não tem um autor definido. Há quem diga que se trata de uma teoria com base na psicologia.

De fato, se considerarmos os potenciais desencadeadores dessa forma de proceder, não é difícil traçar paralelos com fatores que condicionam certas atitudes humanas. Isso porque o comportamento de manada surge em momentos de grande incerteza coletiva.

Ele é muito comum, por exemplo, na Bolsa de Valores. Quando o valor de mercado de um ativo despenca ou aumenta, tende ou a arrastar consigo uma grande quantidade de investidores ou provocar uma fuga em massa.

Por que é um risco seguir a manada?

De certa forma, até existe uma lógica por trás desse modus operandi. O ser humano age muito em função do chamado “efeito espelho”. Isso significa que temos a tendência inata de copiar dos outros aquilo que julgamos ser bom. Essa é provavelmente a lógica que desencadeia o comportamento de manada.

No entanto, na maioria das vezes, ele está associado à pouca reflexão. Por isso, as pessoas passam a se comportar como bovinos assustados em um rebanho sem nem mesmo ter um motivo para tal.

Nesse sentido, seguir a manada pode ser, em vez de questão de sobrevivência, um problema generalizado sem qualquer justificativa plausível.

Impactos do comportamento de manada nas finanças

Toda decisão tomada sem reflexão é necessariamente perigosa. Esse é o principal problema do comportamento de manada, que pode se manifestar em diversas esferas.

Na política, ele pode levar um grande número de pessoas a votar sem qualquer conhecimento sobre um partido ou candidato. Já nas finanças, pode induzir ao excesso de gastos e diversos equívocos, todos com consequências graves para a saúde financeira.

Assim, o comportamento de manada pode se caracterizar das seguintes maneiras:

Repercussões nos investimentos

Quem age conforme a manada tende a decidir sempre porque viu alguém ou algum grupo fazer. É assim que pensam, por exemplo, pessoas que investem apenas porque ouviram colegas do trabalho dizerem que uma certa aplicação é rentável. 

Trata-se de um risco, principalmente quando o ativo em questão são ações e outras opções de rendimento variável.

Por isso, antes de investir, jamais o faça apenas por indicação ou porque ouviu falar. Procure sempre se informar bem antes de aplicar seu dinheiro.

Compras por impulso

Já sobre as compras por impulso, não tem muita novidade. Elas são um problema para quem não consegue disciplinar seus gastos e pode gerar estragos consideráveis nas finanças.

Portanto, a melhor forma de evitar esse mal é planejar minuciosamente quanto você pretende gastar mês a mês.

Falta de critérios ao investir e gastar

Se em um mês você investe em ações e, no outro, está procurando por opções de renda fixa, pode ser sinal de que faltam critérios na hora de aplicar seu dinheiro.

Esse é um dos “sintomas” mais claros de um comportamento de manada. Ou seja, vale mais o que a pessoa acha que os outros estão fazendo e menos uma análise ponderada e cuidadosa do seu próprio caso.

Como fugir do comportamento de manada?

Até aqui foi possível perceber que, embora prejudicial, o comportamento de manada é bastante compreensível. Felizmente é igualmente viável desenvolver estratégias para escapar dele. A seguir, destacamos três medidas nesse sentido:

Avalie sempre os prós e contras das decisões

Comportar-se tal como a manada é deixar de lado o senso crítico para agir apenas com base em um impulso. Um bando não pensa antes de agir. Ele simplesmente toma uma atitude e segue uma direção aleatória sem qualquer critério.

Por isso, antes de tomar decisões, procure sempre analisar as vantagens e desvantagens implicadas.

Nunca gaste sem planejar

Não há conta bancária que resista à falta de planejamento. Portanto, todo gasto deve ser previsto em um orçamento mensal, inclusive aqueles não tão fundamentais assim.

Dessa forma, você terá uma boa justificativa para não seguir uma manada quando ela “disparar”.

Procure sempre conhecer mais de uma opinião ou estudo

Por ser uma conduta irrefletida, o comportamento de manada tende a se basear, via de regra, em apenas uma opinião ou um lado da história. Esse é um erro grave, já que toda circunstância apresenta variáveis e condicionantes que podem causar impacto de diferentes maneiras.

Assim, antes de tomar partido em alguma questão ou decidir onde aplicar e gastar seu dinheiro, busque estudos e dados para validá-los.

Pronto! Com essas dicas, você evita o comportamento de manada e faz seu dinheiro render mais.Quer continuar se informando? Aqui no blog Sua Previdência Privada temos diversos conteúdos que vão ajudar você a tomar decisões melhores, principalmente a respeito de finanças.

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *