Como gastar menos dinheiro? Comece com pequenas mudanças

Home / Como gastar menos dinheiro? Comece com pequenas mudanças

Como gastar menos dinheiro

Uma das maiores dificuldades na vida de algumas pessoas é aprender como gastar menos dinheiro. Você se identifica com isso?

Em diversos momentos, seja por um imprevisto ou não, acabamos gastando além do necessário. Dinheiro esse que poderia ser guardado para construir o patrimônio seu e de sua família, por exemplo.

Não importa o quanto você tenha, é fundamental que você saiba que sempre é possível economizar. Às vezes, uma pequena mudança em seus hábitos faz uma grande diferença no final do mês.

Pensando na importância desse assunto, produzimos um conteúdo com dicas para você aprender como gastar menos dinheiro.

Como gastar menos dinheiro: o que evitar?

O maior vilão para quem quer economizar é o cartão de crédito. Se você tem o hábito de se colocar em problemas com o uso constante e indevido, pare de usar. Esse é o primeiro passo de como gastar menos dinheiro.

O cartão de crédito é muito útil em emergências. Nesse caso é recomendado que você tenha apenas um cartão. Mas, se você se sente tentado a usar esse cartão em diversas oportunidades, não o carregue com você para o bem da sua saúde financeira.

“Esquecer” o cartão de crédito não é nada fácil. Portanto, vá reduzindo seu uso aos poucos. Ao menos três vezes por semana deixe-o em casa. O cartão que deve estar sempre com você é o de débito, sem limite de crédito especial para que no final não vire uma bola de neve.

Delimite os seus gastos com o cartão de crédito. É recomendado que você use até um quarto do seu limite total.

Vale lembrar que os bancos sempre dão uma margem nada saudável de limite. Acaba sendo muito fácil acumular dívidas, o que prejudica sua estratégia de gastar menos dinheiro.

Entenda a regra dos 30 dias e coloque em prática

Evitar o prazer instantâneo é um dos passos mais importantes quando se trata de gastar menos dinheiro.

A regra dos 30 dias consiste basicamente em você aguardar esse período para decidir se realmente quer comprar um produto ou não. Isso faz com que você evite compras por impulso.

Você vai perceber em diversas oportunidades que, depois de um mês, o desejo de adquirir aquele item desapareceu ou diminuiu de importância. O bom disso é que, ao esfriar o impulso, você vai ter economizado uma boa grana com a regra dos 30 dias.

Em outros casos, recomendamos que, mesmo você tendo certeza de uma compra, espere mais um pouco. Essa espera faz com que você analise melhor outras lojas e consiga até um desconto por conta de suas pesquisas.

Tenha objetivos e metas

Todos nós temos vontades e sonhos, mas você realmente já traçou um objetivo e estabeleceu um prazo para a realização dele? Caso você nunca tenha feito isso, saiba que essa é uma das maneiras de gastar menos dinheiro.

Quando você tem uma motivação para concretizar aquele objetivo, tudo fica mais claro e mais fácil de economizar. Quando nos desafiamos a realizar alguma coisa, nossa mente começa a trabalhar em torno disso e é mais provável que você não se convença a gastar o dinheiro que está economizando.

Quando você define metas, automaticamente as suas prioridades começam a mudar, girando em torno da conclusão desse objetivo. Cada valor desnecessário que você gastar vai deixá-lo um passo mais distante da realização desse sonho.

O importante de ter as metas e os objetivos traçados é você delinear bem esse projeto. Um exemplo: você deseja fazer uma viagem nas férias. Você quer passar 10 dias em um determinado lugar daqui a 12 meses e precisa juntar R$ 8 mil.

A partir disso, você passa a procurar meios de economizar esse montante para a viagem. O ponto que queremos deixar claro é que é preciso ter um cenário bem desenhado na criação das metas e objetivos para que aconteça.

Antes de comprar, questione se é realmente necessário

Esse ponto parece ser um dos mais fáceis. Tudo o que você precisa fazer é se questionar se é necessária a compra de determinado produto ou não.

Na prática, sabemos que é bem diferente. Quando você está com um cartão de crédito e vê uma placa de liquidação em sua loja preferida, você esquece isso.

Como dissemos anteriormente, o cartão de crédito é um dos maiores inimigos quando se trata de economizar dinheiro. Ao criar as suas prioridades, esqueça um pouco o uso recorrente do cartão de crédito, para que consiga cumprir os seus objetivos.

Caso seja possível, procure pagar as suas compras todas à vista. Ao manter essa prática, você também pode garantir um bom desconto em determinados produtos.

O cartão de crédito faz com que você crie uma falsa ilusão de que tem dinheiro. Na verdade, com os juros altíssimos dos cartões, você está apenas contraindo mais dívidas.

Anote todas as suas despesas

A criação de uma planilha com todos os seus gastos é a nossa última dica para ensinar como gastar menos dinheiro. Esse é um método muito usado e recomendamos que você faça isso nos primeiros 15 dias para teste.

Você vai perceber o quanto está gastando com besteiras no seu dia a dia e vai começar a mudar seus hábitos quase automaticamente.

Não estamos dizendo que você precisa parar de tomar o seu sagrado café, por exemplo, mas você pode reduzir a quantidade ou encontrar novos lugares com preços menores. Depois de um mês, com essa pequena redução, você vai sentir a mudança diretamente no seu bolso.

Além desses gastos diários, é bom que você tenha uma planilha também para os gastos fixos. Por mais que você saiba quanto gasta em média com contas mensais, é bom ter um controle disso também.

Poupar dinheiro quando se ganha um salário baixo é muito difícil, mas não impossível. Portanto, entenda quais são as suas prioridades e crie um plano baseado no seu orçamento mensal.

Coloque em prática nossa dicas e veja as mudanças acontecerem. Que tal incluir também em suas metas e objetivos uma previdência privada? Clique aqui para saber mais!

Para mais dicas sobre finanças pessoais, continue sua leitura em nosso blog Sua Previdência Privada.

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *