Bem-estar do funcionário: como e por que investir nos colaboradores

Home / Bem-estar do funcionário: como e por que investir nos colaboradores

O bem-estar do funcionário é um fator imprescindível para elevar a produtividade e os resultados da empresa.

Mas muitos gestores ainda não investem na promoção da satisfação e da felicidade dos colaboradores por não considerarem importante fazer isso. Se você se encaixa nessa definição, é bom repensar essa mentalidade.

Apesar de ser um desafio, elevar o bem-estar do funcionário é possível a partir de medidas focadas no diálogo, na melhoria do clima organizacional e no reconhecimento dos colaboradores.

Quer entender melhor como funciona essa dinâmica e essa alteração de foco da empresa? Continue lendo e descubra quais estratégias ajudam a superar esse desafio.

Por que investir no bem-estar do funcionário

Investir no bem-estar do funcionário é, sem dúvidas, uma forma de melhorar os resultados da empresa.  A seguir, descubra os principais motivos para incluir esse investimento na sua lista de prioridades:

1. Elevar a produtividade

Na sua experiência pessoal, você já deve ter percebido que não dá para ser produtivo sem que esteja se sentindo bem. Então, a mesma lógica serve para os colaboradores da empresa.

Sendo assim, investir no bem-estar do funcionário é uma maneira de elevar os níveis de produtividade da empresa.

2. Melhorar as finanças

Se a produtividade aumenta, a rentabilidade do negócio acompanha o crescimento.

Com a capacidade de produzir mais em menos tempo sem perder a qualidade, a empresa pode atender mais clientes, entregar serviços e produtos com agilidade e, de maneira geral, aumentar a satisfação do consumidor.

Para você ter uma ideia, dados de 2019 da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que a depressão e ansiedade (doenças também relacionadas à falta de bem-estar) custam cerca de 1 trilhão de dólares para a economia global em termos de produtividade.

3. Reduzir a rotatividade

Outro motivo para investir no bem-estar do funcionário é a redução do turnover: os índices de rotatividade da empresa. Afinal, não tem como reter profissionais na equipe se, em primeiro lugar, eles não se sentem bem no ambiente de trabalho.

Na prática, uma taxa alta de turnover representa mais custos com contratações, demissões e treinamento. Além disso, sua empresa ganha uma reputação ruim no mercado se você não conseguir reter profissionais e tratá-los com todo o respeito e consideração que merecem.

4. Aumentar os níveis de motivação

O quarto destaque é a motivação: o bem-estar contribui para o aumento desse impulso que faz os profissionais agirem. Aqui é necessário compreender os benefícios da própria motivação: comprometimento com metas e objetivos organizacionais, alta performance e incentivo para buscar resultados melhores.

Como avaliar bem-estar do funcionário 

Agora que você conhece a importância do bem-estar do funcionário, precisa conhecer maneiras de avaliar esse fator entre os colaboradores. Confira:

Faça pesquisas de satisfação

Inicialmente, você pode fazer pesquisas de satisfação entre os colaboradores. essa forma, é possível mapear o clima organizacional, identificar fatores que reduzem o bem-estar na empresa e obter insights para criar estratégias assertivas.

Faça feedbacks regulares

Outra maneira de avaliar o bem-estar do funcionário é por meio de feedbacks regulares. 

Aqui a ideia é gerar e receber feedback. Assim, você mantém uma conversa franca com os colaboradores e entende os problemas que afetam o bem-estar para cada um deles.

Mas lembre-se de que é preciso manter um tom de diálogo, e não de cobrança.

Entenda o índice de felicidade no trabalho

Por fim, o índice de felicidade no trabalho (IFT) pode ser um grande aliado. 

Ele mede o grau de satisfação e bem-estar dos colaboradores e pode ser útil não apenas para identificar problemas, mas para acompanhar resultados ao longo do tempo a partir da implementação de novas estratégias.

Como investir no bem-estar do funcionário 

Neste ponto da leitura, é válido entender as principais estratégias para investir no bem-estar do funcionário:

1. Melhore o ambiente de trabalho

Um ambiente de trabalho saudável é aquele que possui estações de trabalho ergonômicas, organização, boa iluminação e espaços que favorecem o trabalho em equipe.

Então, comece pelo básico: implemente melhorias nos espaços físicos da empresa.

2. Aposte em um bom clima organizacional

O clima organizacional é o espelho do nível de satisfação e bem-estar dos colaboradores. Por isso, ele deve ser aprimorado de forma contínua.

Para isso, crie um ambiente aberto ao diálogo e à troca de ideias, promova a colaboração entre os funcionários, reconheça o trabalho dos profissionais e ofereça oportunidades de crescimento.

Lembre-se de que a própria cultura da empresa deve ser focada na promoção do bem-estar.

3. Aumente a flexibilidade

A flexibilidade no trabalho também é um componente importante do bem-estar. Nem sempre manter os funcionários dentro da empresa, cumprindo horários rígidos, é sinônimo de produtividade.

Na verdade, o desempenho pode até ser melhor se você oferecer horários flexíveis e a possibilidade de home office.Dessa forma, você elimina barreiras ao bem-estar dos colaboradores, como o trânsito intenso em horários de pico e o desgaste com deslocamento todos os dias.

4. Ofereça previdência privada corporativa

Por fim, ofereça um plano de previdência privada corporativa para os funcionários.

Nesse plano, você e o funcionário fazem aportes regulares que são aplicados em fundos de previdência até que o investimento seja resgatado no momento da aposentadoria.

Trata-se de uma forma de gerar maior bem-estar financeiro, já que esse tipo de investimento tem como objetivo garantir uma aposentadoria melhor aos colaboradores.

Outros benefícios financeiros incluem remuneração justa, plano de saúde, plano odontológico e parcerias com academias, por exemplo.

Com essas dicas em mente, você verá os níveis de bem-estar do funcionário crescerem. E então, ficou com alguma dúvida ou tem uma dica extra que não foi mencionada aqui? Deixe abaixo nos comentários.

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *