Autoconhecimento e autoestima: habilidades que levam a realizações

Home / Autoconhecimento e autoestima: habilidades que levam a realizações

O prefixo “auto” pode sugerir que habilidades como autoconhecimento e autoestima oferecem benefícios apenas no âmbito particular daqueles que desenvolvem ou aprimoram essas competências comportamentais.

No entanto, não é bem assim que funciona. Essas duas aptidões, na verdade, podem ser importantes componentes para o sucesso profissional e pessoal quando bem trabalhadas e utilizadas ao nosso favor.

Para descobrir como autoconhecimento e autoestima podem ser úteis no ambiente corporativo e até para o planejamento de um padrão de vida melhor, siga a leitura!

O que é autoconhecimento e autoestima?

Autoconhecimento e autoestima são habilidades complementares. Enquanto o autoconhecimento diz respeito à capacidade de compreender melhor nossos desejos e ambições, nossas forças e fraquezas, a autoestima tem a ver com acreditar em nós mesmos, no nosso potencial.

Ou seja, primeiro precisamos saber o que queremos realmente, quais são nossos objetivos, enfim, nos conhecermos, para depois nos dedicarmos a confiar na nossa própria capacidade.

Afinal, é como se costuma dizer: se não acreditarmos em nós mesmos, quem vai acreditar?

Mas não se trata apenas de uma visão no campo das motivações. Estamos falando sobre competências comportamentais importantes para o sucesso, tanto pessoal quanto profissional. É o que iremos explicar melhor na sequência. 

Qual é a relação com o sucesso?

A importância de conhecer melhor a si mesmo e acreditar no próprio potencial vai muito além dos benefícios emocionais, como o aumento da confiança, por exemplo. As habilidades podem ser componentes fundamentais para o sucesso pessoal e profissional.

Imagine, por exemplo, um colaborador que está em uma zona de conforto, sem muitas perspectivas para a carreira e sem planos para a vida particular. No entanto, depois de muita introspecção, ele encontra objetivos para seguir em frente e passa a confiar, de forma genuína, que é capaz de atingir as metas que estabeleceu.

Não por acaso, esses desejos estão relacionados entre si. O profissional encontra uma nova motivação no emprego – o surgimento da vaga dos seus sonhos – que, além da satisfação profissional, vai proporcionar uma remuneração maior, que, por sua vez, vai promover uma melhora no seu padrão de vida.

Ou seja, aquele sonho de viajar com a família ou criar uma reserva de emergência vai se tornar possível graças à nova oportunidade de trabalho conquistada com o suporte do autoconhecimento e da autoestima.

Como utilizar o autoconhecimento e a autoestima a seu favor

Autoconhecimento e autoestima são habilidades comportamentais que podem ser muito úteis se usadas ao seu favor. Separamos algumas dicas para você aproveitar os benefícios dessas duas competências sem medo. Confira!

Visão do futuro

Quando se sabe aonde se quer chegar e se tem a confiança necessária para isso, fica muito mais fácil ter uma visão a longo prazo e projetar o futuro conforme os seus objetivos.

Planejamento financeiro

Boa parte dos objetivos, sejam eles pessoais ou profissionais, exigem um planejamento financeiro para serem cumpridos. 

Com autoconhecimento, por exemplo, é possível estabelecer a quantidade mensal a ser poupada. Já a autoestima ajuda a se manter firme e confiante para respeitar o plano.

Recompense o seu esforço

A autoestima é uma competência que precisa ser estimulada sistematicamente para não ser abalada. Por isso, o ideal, na hora de estabelecer objetivos a longo prazo, é definir pequenas metas ao longo do caminho para que, toda vez que elas sejam cumpridas, haja uma nova injeção de ânimo. É uma forma de recompensar o esforço também.

Foque no seu potencial

Muitas distrações e pensamentos negativos podem abalar tanto o seu autoconhecimento quanto a sua autoestima. Para evitar qualquer incômodo, procure focar no seu potencial.

Viva o presente

Parece até contraditório falar em viver o presente, depois de citar o planejamento e a visão do futuro como benefícios dessas duas habilidades. 

No entanto, se você prestar muita atenção no que está por vir, pode ser que o seu foco momentâneo se perca e suas projeções se compliquem.

Não confundir com soberba ou vaidade

A linha entre ter uma autoestima elevada e ser soberbo ou vaidoso pode ser muito tênue, dependendo da maneira como você lida com a sua confiança. Por isso, tome cuidado para não confundir os sentimentos.

Autoconhecimento e autoestima no trabalho

Se formos focar exclusivamente no ambiente organizacional, vamos chegar à conclusão de que todos os colaboradores, não importa o cargo, precisam de autoconhecimento e autoestima para o desempenho de suas funções.

Sem autoconhecimento, um profissional não sabe quais ferramentas acessar para ter uma performance que permita alcançar os resultados pretendidos. 

Já sem autoestima ele não atinge a confiança necessária para vencer os desafios que podem aparecer durante a rotina produtiva nem para tomar decisões.

Faz sentido para você? Então, aí está uma boa razão para investir no desenvolvimento dessas habilidades.

Planeje o futuro financeiro da sua família

Seja no âmbito pessoal ou profissional, autoconhecimento e autoestima são habilidades fundamentais, sobretudo para o planejamento e a realização de metas futuras.

Por falar em futuro, o que você acha de garantir a tranquilidade financeira para você e para a sua família pelo resto da vida?

O blog Sua Previdência Privada acredita que a aposentadoria complementar é um atalho para um futuro melhor e que também funciona como investimento. Por isso, a gente se dedica a avaliar os diferentes planos do mercado e destacar os melhores. Quer saber mais? Acesse nosso blog e, se desejar, entre em contato com a nossa equipe!

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *