Aprender um novo idioma: dicas e técnicas para acelerar o processo

Home / Aprender um novo idioma: dicas e técnicas para acelerar o processo

Quem não quer aprender um novo idioma e ampliar as suas possibilidades diante do mundo? Pode levar um tempo para você se tornar fluente, mas o esforço compensa. 

Aliás, tempo é um ponto que costuma limitar esse desafio – ou, no caso, a falta dele. Mas nada que um plano de aprendizagem personalizado aos seus horários e estilo de vida não possa ajudar a vencer. 

Neste artigo, reunimos dicas de como fazer isso e também ajudamos você a entender quais são as principais barreiras no caminho de aprender um novo idioma. Acompanhe!

Por que aprender um novo idioma?

Para começar, vale uma dose de motivação: os benefícios de ampliar a sua lista de idiomas são inúmeros e eles não estão restritos ao universo profissional. Veja só os principais motivos pessoais e profissionais para aprender um novo idioma:

Motivos pessoais

Além de exercitar o cérebro e estimular a atividade neural, aprender um novo idioma aumenta as suas opções de entretenimento e cultura. Na hora das séries e filmes, você pode dar adeus às legendas ou dublagens. 

Isso sem falar nas oportunidades de conhecer e se relacionar com pessoas de outras culturas, seja nas suas férias em um país vizinho, seja em um intercâmbio de alguns meses. 

Motivos profissionais

Em termos profissionais, as vantagens só se multiplicam. A primeira delas é atrair a atenção para o seu currículo durante a seleção para uma vaga de emprego.  Inclusive, é cada vez maior o número de empresas que exigem que o candidato seja fluente em, pelo menos, uma língua além da sua nativa.

Medo de reuniões e encontros internacionais? Ao aprender um novo idioma, tudo isso fica para trás. Aliás, você potencializa as suas chances de conseguir atuar fora do Brasil e em grandes multinacionais. 

Por que é difícil aprender um novo idioma?

No caminho de aprendizado, é comum se questionar porque é tão difícil assimilar o novo idioma e avançar até a fluência. Existe até um termo para definir essa realidade: platô intermediário. 

O conceito define a estagnação no aprendizado de uma língua estrangeira, quando o aluno pode até estar em uma classe mais avançada, mas ainda não sente que consiga avançar para o próximo nível.  Saiba que o fenômeno é bastante comum e pode estar conectado a diferentes razões. Uma delas é o lado emocional. 

Se, durante o processo de aprendizagem, você se viu diante de um professor ou colegas que fizeram aquela cara de desaprovação enquanto você pronunciava uma palavra ou tirava uma dúvida básica, pode acabar criando uma barreira emocional e ficar com medo da exposição.

Uma dica aqui é encarar o processo de aprendizagem como um desafio pessoal, e não como um teste que acaba com vencedores e perdedores. O tempo disponível para aprender o idioma também influencia, e muito, na velocidade de avanço, assim como a sua proximidade com a língua estrangeira em questão. 

Como aprender um novo idioma: quatro dicas e técnicas

Enfrentar alguma dificuldade para o avanço no aprendizado de um idioma não precisa ser sinal de estagnação ou motivo para desistir. Independentemente de qual for a língua, existem inúmeras dicas e técnicas que podem ajudar você. Separamos quatro delas abaixo:

1. Saiba o porquê de você estar aprendendo o novo idioma

Conhecer os seus objetivos é o primeiro passo para definir uma estratégia de aprendizado que vai priorizar saberes mais ou menos importantes de acordo com o seu momento.  Além disso, ter um objetivo definido também ajuda você a se manter motivado. 

2. Tenha o máximo de contato com o idioma

Filmes, séries, músicas e, sobretudo, conversas com pessoas. Ter contato com o idioma para além das aulas é fator central para quem deseja acelerar o processo de aprendizagem de uma língua.

É a chance de você aplicar tudo o que aprendeu, ampliar o seu vocabulário e instigar o seu cérebro. Se possível, conte com alguém que esteja disponível para conversas frequentes – no novo idioma, claro. 

3. Crie uma rotina de estudos

Criar uma rotina ajuda você a manter o foco e garante que não passe muito tempo sem contato com o idioma. Que tal separar, por exemplo, uma hora por dia? Se você faz aulas particulares ou em cursinho, também pode definir períodos para estudo fora do ambiente de aprendizagem. 

4. Não tenha medo de perguntar

Você se lembra daquilo que falamos sobre como os aspectos emocionais influenciam no processo de aprendizagem? Não fique com uma dúvida martelando na sua cabeça por simples vergonha de perguntar. 

Não existem dúvidas bobas se elas vão ajudar no seu desenvolvimento. Encare isso como um desafio. 

Um futuro melhor pode começar no novo idioma

Nunca é tarde para começar a aprender um novo idioma, mas, quanto mais cedo você começar, mais cedo também vai poder aproveitar os benefícios da fluência em várias línguas – e, como deu para perceber, vantagens não faltam.

É do seu futuro que estamos falando, certo? O mesmo cuidado vale com a aposentadoria: quanto antes você planejar, mais preparado vai estar na hora de aproveitar os benefícios

Nessa missão, conte com a Sua Previdência Privada. Somos um site especializado em oferecer conteúdo de qualidade para ajudar você a construir o seu futuro com muito mais segurança financeira

Quer saber mais? Siga navegando no blog e confira as melhores dicas sobre investimentos em previdência privada.

About Author

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *